Turmas de SC e PR exercitam o protagonismo em Encontro Anual de Jovens

Participe da segunda etapa do Plano Político Socioprofissionalizante da Fundação Projeto Pescar
24 de setembro de 2019
Jovens da 1ª turma da Unidade Consecom, Asun e MPT são certificados como auxiliares administrativos
27 de setembro de 2019
Exibir tudo

Distantes do celular e da internet durante um dia, 150 jovens das Unidades Projeto Pescar catarinenses e paranaenses encontraram em atividades simples, como gincanas, danças circulares, rodas de conversas, dinâmicas e apresentações culturais, motivos para alegria e descontração. O Encontro de Jovens foi realizado em Rio Negrinho na última semana (20/09), e reuniu adolescentes de 16 a 19 anos, de oito unidades da região: SOLIDA/Renova/Mobasa, Braslumber, Dibrape, Consórcio Rio Negrinho, Frameport, Associação Kurumi, Battistella e Aemflo e CDL São José.

A roda de conversa, por exemplo, usada para estimular o aprender com o outro e a partir do outro, num espaço onde se desenvolve a oralidade e a comunicação, foi uma das atividades mais significativas para a jovem Julia Aparecida Pinheiro, da Unidade Dibrape: “Eu fiquei conversando com pessoas que nunca tinha visto na minha vida, tive a oportunidade de conhecer sonhos diferentes, ver outras experiências , falar com jovens com objetivos e pensamentos bem distantes da minha realidade, e isto me encantou. Troquei número do whatsapp, Instagram e quero manter contato com as amigos que fiz lá.”

A proposta, explica a coordenadora do Programa Social Pescar, Josiane Kohls, foi integrar as turmas participantes do programa, num espaço onde elas pudessem ter a oportunidade de se conhecerem e trocarem experiências: “Nos jogos cooperativas, onde as turmas eram mistas, com integrantes de várias Unidades, eles foram desafiados a se superarem a cada instante, lidando com incertezas, num ambiente de integração, cooperação, descontração e inter-relacionamento”, explica.

Protagonismo – Nas apresentações culturais o protagonismo, uma das competências desenvolvidas durante o programa socioprofissionalizante, ficou em evidência. Através da arte, eles trouxeram reflexões importantes sobre a valorização da vida e da saúde mental, para a prevenção de problemas no cotidiano da sociedade em geral, como o suicídio, a automutilação e depressão.

 

 

Ao ver o vídeo de uma das atividades promovidas no local, a mãe do jovem Roger Rogerio Raither, da Unidade Consórcio Rio Negrinho, Judite Raither, diz que conseguiu entender a alegria do filho ao chegar do evento: “Agora compreendo a emoção com que ele falou do Encontro de Jovens. Parabéns a todos que se engajaram e acolheram estes jovens.”

O evento contou com a participação do Prefeito de Rio Negrinho, Julio César Ronconi, da Secretária Executiva dos Conselhos, Lourdes Souza Pires, da Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA, Maria Helena Ruher, do secretário-executivo da Associação Empresarial de Rio Negrinho – Acirne, Adriano Huebner, educadores sociais, voluntários, articuladores e apoiadores. Em especial, as Unidades Projeto Pescar participantes (SOLIDA/Renova/Mobasa, Braslumber, Dibrape, Consórcio Rio Negrinho, Frameport, Associação Kurumi, Battistella e Aemflo e CDL São José) e as empresas CVG , Jaque Fotografias e Rede de Supermercados Germânia